Posts Tagged ‘ ciclismo ’

Tour

Fotos espetaculares da Etapa 18 do Tour de France.

Grande vitória de Andy Schleck!

Via Steephill.

“Sangue nos zóio!”

Christian Vandevelde correndo pela Garmin, no Tour de France 2010.

E muitas outras fotos incríveis do Tour aqui.

Dica do Maglia Rosa.

E.T.

Ilustração de Glenn Jones.

Via TutorArt.

NAHBS 2010

Aconteceu  entre os dias 26 e 28 de fevereiro, o North American Handmade Bicycle Show 2010, em Richmond, Virginia. A feira, especializada em bikes construídas a mão, mostra as grandes novidades do setor, além de belas bikes artesanais feitas sob medida. Um dos destaques deste ano é a Bamboosero Bikes, que produz quadros utilizando o bambu como matéria prima.

Fotos via Urban Velo.

How To Ride A Bike

Afinal, nunca é tarde para aprender!

Via Corpus Fixie.

Uma futura Single Speed…

Estou montando uma Single Speed e aos poucos a coisa está ganhando forma.

O desenrolar desse projeto estou postando aqui.

Quadro e garfo após a pintura

Quadro e garfo após a pintura

Tour de France

Hilário!

Suporte para câmera DIY – Bike Cam

Como construir um suporte para câmera no capacete.

Esse suporte foi feito para ser usado em capacetes de skate/ BMX.

Vale lembrar que não foi necessário furar ou fazer qualquer modificação na estrutura do capacete, apenas aproveitou-se os furos existentes.

Materiais necessários:

1)  1 parafuso compatível com o encaixe da sua máquina.

2)  2 porcas borboleta.

3)  3 Arruelas pequenas.

4)  3 Arruelas grandes (maiores que o buraco do capacete).

5)  2 pedaços de mangueira fina transparente (como aquelas de pedreiro).

6)  1 pedaço de mangueira de gás.

7)  4 pedaços de borracha do tamanho das arruelas maiores.

8)  1 tira de borracha.

Materiais necessários

Materiais necessários

O primeiro passo é unir a mangueira fina (5), a de gás (6) e a tira de borracha (8) a fim de preencher o espaço por onde passa o parafuso no capacete, para que ele não se mova.

S5004158

O resultado será esse:

O espaço no meio deve ser suficiente apenas para o parafuso

O espaço no meio deve ser suficiente apenas para o parafuso

Coloque os itens 7, 4 e 3 em sequência no parafuso. Usei duas arruelas pois  a maior tinha o furo grande demais para o parafuso. A borracha serve para evitar o contato direto da arruela com o capacete.

Itens 7, 4 e 3.

Itens 7, 4 e 3.

Em seguida, coloque o parafuso no interior do capacete.

S5004162

Repita o mesmo processo anterior, unindo os itens 7, 4 e 3 do lado externo do capacete:

S5004163

Em seguida use a porca borboleta (2) para apertar e fixar o parafuso. Depois, se preferir, coloque outro pedaço de mangueira para preencher  e não criar folgas entre as porcas. Coloque a outra porca borboleta.

S5004167

Junte novamente os itens 7, 4 e 3 em sequência só que adicionando dessa vez duas borrachas. Essa será a base para a câmera.

S5004168

Depois é só rosquear a maquina ao suporte, usando as borboletas para ajustar, sem apertar demais para não espanar o encaixe da maquina, porém verificando se a mesma não está solta.

Imagem034

Uma dica é usar um cordão maior na maquina, criando um laço para prende-la entre os furos do capacete.

Imagem033

Agora é só testar e corrigir qualquer folga.

Abaixo, um video feito utilizando o suporte acima:

Boas filmagens e bom pedal!

Óculos de Ciclismo DIY

Uso óculos desde os seis anos de idade, é algo que já faz parte da minha vida e está associado a minha imagem. Porém, confesso que em alguns momentos é algo incômodo, como quando praticamos algum esporte por exemplo. Ficar sem eles nem pensar! São 5,5 graus no olho direito e 3,25 no esquerdo! Imagine pedalar a noite sem eles!

Antes de pensar nessa solução DIY (faça você mesmo = gambiarra), havia comprado um destes modelos que vem com lentes intercambiáveis e um suporte para lente de grau. Ao consultar um oftalmologista fui informado que, devido ao grau de estigmatismo que possuia em ambos os olhos, não seria possível fazer as lentes com a curvatura (base) do suporte .

Acabei devolvendo o óculos de ciclismo e fazendo outro comum para uso no dia a dia mesmo, e como o grau dessa nova lente não havia mudado, fiquei com um par de lentes de policarbonato sobrando. Foi ai que surgiu a idéia!

Passei numa bicicletaria aqui perto de casa, comprei um modelo com um bom CUSTOxBENEFÍCIO (leia-se barato) e parti para a gambiarra!

Como as lentes de grau já eram furadas, o trabalho maior seria furar as lentes do óculos e para isso fixei primeiramente as lentes de grau sobre as comuns no local onde pretendia parafusá-las usando uma fita tipo durex. Tentei deixá-las com a mesma distância uma da outra da que quando estavam na armação antiga.

Para fazer os furos, utilizei uma agulha quente, me orientando pelos buracos da lente presa com durex na armação. Os parafusos, porcas e arruelas para fixá-las encontrei numa ótica.

Depois de furar as lentes comuns é só parafusar as lentes de grau, porém, é necessário proteger a região próxima aos parafusos com fita crepe, a fim de não riscar as lentes. Para apertar os parafusos utilizei um alicate de unha.

O resultado foi esse:

Óculos com as lentes de grau já fixadas

Óculos com as lentes de grau já fixadas

As lentes de grau não ficam totalmente encostadas nas lentes comuns, apenas nos cantos onde se fixam os parafusos, pois devido a curvatura de ambas serem diferentes, cria-se um espaço entre as mesmas, o que ajuda na hora de limpeza, que faço mergulhando-as em água com detergente.

Na primeira vez que se usa o óculos, se estranha um pouco, talvez pelo posicionamento das lentes, mas com o tempo se acostuma. Clinicamente falando, não sei se tal posicionamento pode ser prejudicial a longo prazo, mas como o uso é durante minutos ou horas, espero que não seja (aceito orientações médicas!).

Abraços!

%d bloggers like this: